LACRILON

As principais causas de afecções osteoarticulares ocorrem devido à má formação da articulação, ao excesso de exercício físico, lesões nas articulações, reação autoimune, contaminação bacteriana e distúrbios metabólicos e bioquímicos. Essas causas podem estar somadas ou individuais, e isso funciona como uma bola de neve, gerando um grande ciclo vicioso. Que começa na dor articular, diminuindo o exercício físico, reduzindo a musculatura e consequentemente aumentando o peso do animal. Esses fatores somados levam ao stress da capsula articular que reduzem a viscosidade do líquido sinovial, resultando em danos na cartilagem, e aumenta a liberação de mediadores inflamatórios gerando mais dor e reiniciando o ciclo vicioso.

O tratamento dessas lesões pode ser feito de duas formas, com anti-inflamatórios, que irá tratar apenas a dor causada pela inflamação, ou, com a reposição de perdas de glicosaminoglicanos, com substâncias como o sulfato de condroitina A, glucosamina e ácido hialurônico (hialuronato de sódio), porém, o ideal é sempre associar essas duas terapias para melhorar a eficácia do tratamento.

A condroitina A é o mais comum glicosaminoglicano encontrado no organismo, ele está ligado ao colágeno e tem tropismo por regiões ricas em tecido cartilaginoso, como articulações ósseas e cartilagem de orelhas. Ao utilizar condroitina temos o objetivo de reposição de perdas de processos patológicos, condroreparação ou condroproteção. A longo prazo ela possui efeito anti-inflamatório indireto, pois a sua ação de reposição de cartilagem atua removendo a dor e inibindo a liberação de mediadores inflamatórios propiciando esse efeito com o tempo.
A condroitina também compõe os ossos, 30-35% da sua estrutura é composta por colágeno e condroitina. Numa fratura, quando se faz a coaptação dos bordos, após algum tempo forma-se o calo ósseo que é formado apenas de condroitina e colágeno, para posteriormente se calcificar.

Os animais com artropatia desenvolvem aumento do volume articular, crepitação, instabilidade articular, diminuição de movimento, claudicação aguda ou crônica, persistente ou intermitente. Como tratar? Eliminar a causa primaria, reconstruir da cartilagem articular e controlar o processo inflamatório. O Lacrilon é uma medicação injetável a base de Condroitina A, fornecendo para a articulação as condições necessárias para o auxílio para condroproteção e condroreparação.

O Lacrilon pode ser administrado por via I.M ou S.C, e apenas uma aplicação a cada 4 ou 5 dias, respeitando o mínimo de 5 aplicações por tratamento, já é o suficiente para o paciente começar a apresentar melhorias. O produto é ideal para substituir casos que o tutor tem dificuldades em medicar o animal todo dia por via oral, e nos casos em que há pressa no tratamento, como por exemplo equinos de competição ou cães com desvio patelar, podendo até mesmo ser associada com a condroitina oral e outros anti-inflamatórios.

Baixe nosso aplicativos
Play store App store